segunda-feira, 17 de maio de 2010

O Temperamento Melancólico


O "temperamento negro ou sombrio" geralmente caracteriza o indivíduo melancólico. O melancólico é analítico, abnegado e um perfeccionista dotado de natureza emocional extremamente sensível. Ninguém aprecia melhor as belas-artes do que o melancólico.
Por natureza, é propenso a ser introvertido, mas, por se deixar dominar pelas emoções, possui humor variável.
Em algumas ocasiões, esse humor o elevará a um estado de êxtase, que o fará agir da maneira mais extrovertida. Contudo, em outros momentos, tornar-se-á tristonho e deprimido, e, durante esses períodos, se retrai, po­dendo ser até mesmo hostil.
O Sr. Melancólico é amigo de confiança, mas, ao contrário do Sr. Sangüíneo, não faz amizades facil­mente.- Não se esforçará para travar relações com as pessoas; antes, esperará que estas venham a ele. Talvez seja o mais fiel dos temperamentos, pois suas tendências perfeccionistas não lhe permitem ser um relapso ou abandonar as pessoas que dele dependem.
A sua natural relutância em se pôr em evidência não indica que não goste das pessoas, pois, como todos nós, não somente gosta delas como tem forte desejo de ser amado por elas. As decepções tornam-no relu­tante em aceitar as pessoas como elas parecem ser, e, por isso, desconfia quando o procuram ou lhe dão muita atenção.
Sua excepcional capacidade de análise faz com que possua um diagnóstico profundo dos obstáculos e peri­gos de qualquer projeto que ajude a planejar. Essa previsão contrasta de modo acentuado com o tempe­ramento colérico, que raramente prevê os problemas ou dificuldades, mas antes, julga-se capaz de arrostar qualquer situação que surja. Essa característica faz com que o melancólico hesite a iniciar algum projeto novo ou entre em conflito com aqueles que desejam iniciá-lo. Ocasionalmente, quando está em um de seus estados emocionais de êxtase ou inspiração, pode produzir grande obra de arte. Essas realizações, via de regra, são acompanhadas de períodos de grande depressão.
O Sr. Melancólico geralmente encontra seu maior significado na vida através do sacrifício pessoal. Parece ter vontade de sofrer, e buscará uma vocação difícil, que envolva grande sacrifício pessoal. Uma vez que a sua decisão tenha sido tomada, tende a ser muito meticuloso e persistente em alcançar seu objetivo, e provavelmente realizará um grande bem.
O melancólico é dono de grande potencial natural, quando impulsionado pelo Espírito Santo. Muitos dos maiores artistas, músicos, inventores, filósofos, educa­dores e teóricos são de temperamento melancólico.
As fraquezas do indivíduo melancólico são nume­rosas: ele tende a ser egocêntrico, sensível, pessimista, crítico, mal humorado e vingativo. Esse temperamento tem produzido a maior parte dos gênios do mundo e grande parte dos homens imprestáveis, dependendo de a pessoa ter dado ênfase aos seus pontos fortes, ou ter sido vencida por suas fraquezas.
Os melancólicos, geralmente, têm mais problema em fazer um ajustamento emocional com a vida do que outros e, quando esmagados por suas fraquezas, são consumidos por complexos de perseguição, excessivos complexos de culpa, depressão, hipocondria, medos infundados e hostilidade.

4 comentários:

  1. Eu sou melancólica!!!!
    Mi, seu blog é util e atual!!! Parabéns!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Obrigada Pris, que bom que gostou...
    Breve colocarei mais novidades!

    bjinhos e continue visitando meus blogs!

    Com amor, na fé!
    Mírian

    ResponderExcluir
  3. Nossa!
    Acabei de descobrir que sou um sujeito melancólico, e sei que não adiantará eu tentar mudar, desde criança sei que sou assim, mas procurarei dominar a minha melancolia.
    Seu blog é de utilidade pública!!! Parabéns!

    ResponderExcluir
  4. Eu também sou este negócio ai. É patético, mas eu gosto!

    ResponderExcluir

Obrigado por visitar meu blog e ler esse artigo.Deixe aqui seu comentário!