sábado, 28 de agosto de 2010

Diferenças Emocionais


A diferença entre o sistema reprodutivo do marido e da esposa deveria servir de símbolo da maravilhosa diferença em sua constituição emocional. Não compreender essa diferença, particularmente da parte do homem, impedirá a completa satisfação que Deus pretendia para a relação entre marido e mulher.
O impulso sexual num homem é quase vulcânico, em sua capacidade latente de entrar em erupção à menor provocação. Ao contrário da mulher, o homem é estimulado pelo olhar.
Não foi por acaso que o Senhor disse do homem, em Mateus 5:28: 

"Eu, porém, vos digo que qualquer que olhar para uma mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela".
Ele não fez essa advertência para a mulher. A razão é clara. A maioria das mulheres não tem o problema de olhar para um homem e desejá-lo. 

Qualquer quartel do exército demonstrará que os homens são estimulados pelo olhar, como se verifica nos quadros com mulheres semi-nuas ou nuas, pendurados nas paredes. Nunca ouvi dizer que uma mulher tivesse quadros de homens nus. O homem é que é estimulado pelo olhar.

A mulher reage a atos e palavras gentis, e às carícias. O homem também responde ao toque, mas de maneira diferente da mulher. As emoções da mulher são menos eruptivas que as do homem, mas, depois de alguns momentos, são igualmente eletrizantes. Suas emoções têm a capacidade de queimar durante mais tempo e de alcançar o clímax mais devagar, mesmo ao ponto de se extinguirem mais lentamente.
Tem-se uma idéia da diferença emocional, mas também da satisfação igual que tanto o marido como a mulher têm.

Essa diferença de estimulação pode ser ilustrada pela simples rotina que se passa em muitos lares todas as noites. O homem, ao ver sua mulher despir-se, pode ficar pronto para o ato matrimonial antes de se deitarem. A esposa, contudo, não sendo estimulada pelo olhar, só estará pronta para deitar-se.
A menos que ele esteja pronto ao ato, e sendo gentil e carinhosamente, expressar seu amor sem egoísmo e, por meio de carícias, dar às emoções dela a oportunidade de chegar ao ponto em que ele está, não estará seguindo a regra áurea do casamento, encontrada em Filipenses 2:3: "Cada um considere os outros superiores a si mesmo".

*S2* "Estou convencido de que aquele que começou a boa obra em vocês, vai completa-la até o dia de cristo Jesus." (Filipenses 1:6) *S2*

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por visitar meu blog e ler esse artigo.Deixe aqui seu comentário!